Como cuidar dos cabelos antes, durante e depois do verão

14/02/2017 por Unipreço

A esta altura do ano, a gente só quer saber do verão e de se jogar nos dias de praia, sol, piscina e descanso que vêm por aí. O problema é que, com tanta ansiedade, quase ninguém se lembra de prevenir os estragos que a estação sempre faz ao cabelo – fios ressecados, brilho zero e cor desbotada são alguns desses danos, que a gente não quer trazer como lembrança das férias, por melhores que tenham sido, certo? Montamos um guia de cuidados para você colocar em prática antes, durante e depois do período de exposição às delícias do verão, mas que detonam a beleza dos fios. “Quanto mais saudável o cabelo estiver antes de encarar a praia e apiscina, menos vai sofrer com os danos pelo sol e pelo contato com sal e cloro”, diz Tiago Aprigio, cabeleireiro do salão Marcos Proença, em São Paulo.

Nas semanas pré-praia, sol, piscina e toda a exposição que pode detonar os fios, intensifique a hidratação com máscaras de tratamento aplicadas em casa ou no salão uma vez (no caso de cabelos saudáveis) ou duas por semana (para fios danificados por química) e, assim, prevenir os danos. “Produtos à base de silicones, ceramidas, manteiga de karité, silício orgânico e cálcio são os mais indicados”, afirma o dermatologista Marcelo Bellini, de São Paulo.

Se a ideia é manter o cabelo sob controle por vários dias – para poder curtir a temporada sem neura -, a cabeleireira Bruna Freitas, do salão House of Beauty, em São Paulo, sugere fazer uma exoplastia capilar, procedimento de alisamento e reestruturação do cabelo sem química (uma espécie de escova progressiva sem formol), antes de viajar. “Vai hidratar, controlar o volume e facilitar na hora de pentear sem gastar muito tempo nem produto”, diz. O resultado dura três meses, em média.

Loiras, ruivas e morenas tingidas ou tonalizadas devem optar por xampu, condicionador e máscara próprios para cabelos coloridos, que vão ajudar a fixar o pigmento por mais tempo no fio. Mas não existe milagre: o desbotamento será mais rápido com a exposição ao sol e, por isso, a hidratação deve ser redobrada nessa fase.

 

DURANTE

Proteger

Combinar sol e sal ou cloro é ruim. “A água do mar e os químicos usados nas piscinas abrem a cutícula do fio, deixando-o poroso e vulnerável”, diz Marcelo Bellini. Aplique um leave-in com FPS antes de sair de casa (sempre com o cabelo molhado) e reaplique ao sair da água. “O certo é utilizar pequenas quantidades do produto, aplicando do meio do fio para as pontas. E não precisa exagerar”, diz.

Tomar uma ducha de água doce de tempos em tempos é uma boa dica para retirar o sal e o cloro depositados nos fios. E fazer isso antes deentrar no mar ou na piscina também ajuda a preservar o cabelo. “Como ele já vai estar saturado de água, a absorção de cloro e sal será menor, reduzindo os danos”, diz Tiago.

Cuidado na hora de pentear o cabelo encharcado: os fios, inchados ao sair da água, ficam mais sujeitos à quebra e ao arrepiamento. Espere secar um pouco e, com um punhado de leave-in, use um pente de dentes largos ou os dedos para desembaraçar.

Aumente a frequência do xampu antirresíduos para uma vez a cada quatro dias (e não uma semana, que é o indicado) se passar semanas na praia.

Dê um tempo aos finalizadores que dão textura e ao secador e à chapinha, que prejudicam mais ainda os fios. Aproveite para desfilar um rabo decavalo charmoso, um coque bagunçado, uma trança soltinha e outros looks presos, que são a cara da estação.

  DEPOIS

Reparar

O momento é de apostar em medidas e tratamentos que recuperem avitalidade perdida, começando pelo corte das pontas ressecadas.

Usar máscaras de hidratação profunda também é essencial. “O ideal é aplicá-las durante a noite, quando o organismo (e o cabelo) se renova e se reconstrói mais rapidamente e o produto age por várias horas”, recomenda Marcelo Bellini.

Pense também em fazer um detox do couro cabeludo, no salão ou em casa, com um xampu esfoliante próprio para esse fim. Os refrescantes com menta e hortelã são boas pedidas. “Qualquer alteração ou agressão ao couro se reflete na saúde e na aparência do cabelo, pois é dali que o fio retira os nutrientes para crescer sadio”, diz a terapeuta capilar Sheila Bellotti.

Uma cauterização é bem-vinda para recuperar os fios danificados peloverão. “O tratamento, que leva queratina para dentro do cabelo, vai reconstruir o fio, devolver o brilho e diminuir o volume e o frizz”, explica Bruna Freitas. O resultado dura mais ou menos um mês. Para quem está com as madeixas saudáveis, no entanto, é melhor não fazer. “O excessode queratina pode deixar o cabelo quebradiço”, avisa Bruna. Você pode se submeter à cauterização no salão, mas também há linhas específicas para fazer o procedimento em casa.

Fonte: M de Mulher abril