Riscos e benefícios do chá verde

02/05/2014 por Unipreço

Para aqueles que se preocupam com a saúde o chá verde não pode faltar no seu cardápio diário! A lista de benefícios é grande, mas ele deve ser consumido com precaução e alguns cuidados!

Famoso por ser um auxiliar na perda de peso o chá verde, se associado a hábitos saudáveis e exercícios físicos, tem ação termogênica. E novas pesquisas vêm endossar a ação emagrecedora da bebida. Uma investigação da Universidade Maastricht, na Holanda, concluiu que as catequinas e a cafeína presentes no chá aceleram a queima calórica, ajudando, assim, na redução de peso.

Mas seus benefícios vão muito além da perda de peso. O Chá verde é um alimento rico em catequinas, que têm ação antioxidante e melhoram a comunicação entre os neurônios, além de evitar que eles envelheçam com isso ele auxilia na memória. Além de aumentar a concentração, pois ele tem cafeína fazendo com que a pessoa fique mais atenta e alerta.

Graças às altas doses de polifenóis – antioxidantes benéficos à saúde -, o chá verde deixa a estrutura óssea firme e forte, afastando males como artrite e osteoporose. Ele auxilia na prevenção de câncer, derrame, protege o coração e o melhor de todos os benefícios ele melhora o humor.

Você pode encontrar o chá verde em folhas (Camellia Sinensis), cápsulas e em saches. Mas fique a tento a um segredo, existe uma forma correta de prepará-lo, para começar não deixe a água ferver. Assim que começar a surgir as primeiras bolhas de fervura, desligue o fogo. Em seguida, jogue as folhas – ou 1 sachê – em uma xícara e despeje 200 ml de água. Mexa e tampe o recipiente por até cinco minutos. Se passar disso, as folhas vão liberar muito tanino, substância responsável pelo gosto amargo.

Mas para obter os benefícios é preciso tomar o chá de forma correta. Deve-se utilizar uma colher de chá rasa para cada xícara de chá. O ideal é tomar após o almoço ou após o jantar. Porém, algumas pessoas têm alteração de sono por causa da cafeína, então o ideal é no almoço. Mas é uma vez por dia só. O excesso é prejudicial, pode sobrecarregar o fígado e outros órgãos.

Além da toxicidade hepática, pode provocar gastrite, úlcera gástrica com sangramento, que às vezes não é perceptível, causando problemas sérios ao paciente. Algumas substâncias do chá diminuem a absorção de ferro e a pessoa fica anêmica.